SELECIONE O SEU IDIOMA: PT | EN 

Solução informática para gerir uma cooperativa habitacional angolana

Uma cooperativa habitacional de Angola contou com o apoio da LBC no desenvolvimento de uma solução informática para nortear as atividades de gestão e administrativas, assim como permitir a interação com os seus utentes, o que envolveu também a criação do site da entidade. 

Integração e capacitação

A solução teve como mote obter uma visão global e integrada do funcionamento da cooperativa, assim como a interação com diversos agentes. Tal envolveu a identificação das funcionalidades a serem desenvolvidas para o sistema informático e para o website; o desenvolvimento do sistema e do site da cooperativa com as funcionalidades identificadas; a realização de testes aos sistemas desenvolvidos e carregamento dos conteúdos iniciais (apresentações, relatórios, estudos, mapas, fotos, etc.) em língua portuguesa; bem como a capacitação e apoio aos utilizadores na exploração inicial dos sistemas desenvolvidos; e ainda a parametrização e disponibilização de sistema de correio eletrónico.

Formação e acompanhamento

O projeto, que durou dez semanas, abrangeu, por exemplo, a recolha e preparação de conteúdos, assim como formação junto dos colaboradores da cooperativa e o seu acompanhamento (no sentido de ficarem com autonomia de administração e publicação de conteúdos de forma diferenciada em função dos perfis).
 

Artigos relacionados

 

Como liderar na era digital? Comece por não ser um mero espectador

A também apelidada sociedade em rede comporta várias mudanças estruturais que estão a redefinir a liderança. Aliás, os próximos tempos são dos “líderes digitais”. 
 

Dinheiro físico ou digital?

O dinheiro físico tem um papel cada vez menos importante na sociedade. O que não deixa de ser uma boa notícia para os consumidores – o aumento dos pagamentos móveis e eletrónicos significa compras mais rápidas, convenientes e mais eficientes na maioria dos casos. 

 

Pobreza digital – Indivíduos que utilizam a net no mundo (%)

Elsie Kanza, responsável pela secção africana do Fórum Económico Mundial, questiona “como seria um ecossistema capaz de suportar uma África” com maior presença online?

 

Email

Lorem ipsum dolor sit amet, consect adipisicing elit, sed do eiusmod tempor.