SELECIONE O SEU IDIOMA: pt pt en

Cabo Verde – Exemplo mundial na sociedade da informação

Cabo Verde é hoje um exemplo mundial no âmbito da aplicação das tecnologias de informação e comunicação (TIC) no seu processo de desenvolvimento, – Sociedade da Informação, – e no seu processo de governação, – Governo Eletrónico. Adicionalmente, começa a emergir como um mercado competitivo para investimentos internacionais em TIC, nomeadamente em business process outsourcing, call centres, produção de soluções multimédia e desenvolvimento de software para eGovernment. Grande parte deste sucesso deve-se ao modelo de governance adotado e à liderança assumida pelo NOSI - Núcleo Operacional para a Sociedade da Informação.

Posição cimeira

Cabo Verde ocupa uma posição cimeira no índice de eGovernment das Nações Unidas, que é um compósito de três índices: de webização, de infraestrutura de comunicações, de capital humano. É o quinto país mais desenvolvido em África, estando perto da média mundial de desenvolvimento. A ambição do país é ultrapassar a média mundial.

 

Fatores críticos de sucesso

O caminho de sucesso de Cabo Verde pode constituir uma referência importante para países em vias de desenvolvimento, e mesmo para países mais desenvolvidos, e constituir-se de um exemplo a seguir. Em termos genéricos, podem ser destacados seis fatores críticos de sucesso: 

I - Patrocínio político ao mais alto nível;
II - Um enquadramento institucional ágil e participativo;
III - Uma liderança forte e uma cultura de execução;
IV - A opção por soluções tecnológicas integradas e interoperáveis;
V - Adoção de uma abordagem abrangente;
VI - Envolvimento dos agentes socioeconómicos de maior relevo.

Um mercado de investimento

No seguimento destes primeiros passos, bastante positivos, Cabo Verde tem por objetivo desenvolver uma economia dinâmica, devidamente inserida na economia global, com empresas eficientes, automatizadas e enquadradas na nova era da informação, oferecendo serviços inovadores e atrativos, incluindo um cluster de novas empresas nas áreas das tecnologias da informação e da comunicação (TIC).

No âmbito do desenvolvimento de um cluster TIC, Cabo Verde torna-se um mercado potencial para investimentos produtivos nesta área, oferecendo para isso várias vantagens:

I - estrutura de custos competitiva;
II - estabilidade política;
III - posicionamento geoestratégico vantajoso;
IV - um capital humano de elevada competência e dinamismo cultural;
V - um projeto ambicioso;
VI - Infraestrutura tecnológica nacional de base.

O exemplo das Maurícias

O exemplo das Ilhas Maurícias é incentivador para Cabo Verde no que se refere ao seu objetivo de desenvolver um cluster TIC.

Mais conhecidas como um destino turístico de eleição, as Maurícias são hoje ciber ilhas dinâmicas, inseridas no mercado mundial das TIC, fruto de uma política concertada iniciada em 2000. Para além de um grande investimento na governação eletrónica, onde já têm resultados importantes, as Maurícias apostaram no desenvolvimento do sector TIC.

Os resultados falam por si. Em 2000, só no segmento BPO/ITES, existiam 7 empresas a operar. No início de 2005, existiam já 72, 35 das quais a trabalharem para o mercado de exportação, representando um investimento direto estrangeiro de aproximadamente 45 milhões de dólares.

Artigos relacionados

 

É um líder digital? Não? Então é melhor ler…

Os colaboradores, os gestores mais jovens e os resultados financeiros estão a enviar uma clara mensagem no que diz respeito à atualização das competências de liderança na era digital – é tempo de ouvir e liderar, ou sair da frente.

 

Porquê investir em Cabo Verde? Há pelo menos 10 bons motivos

No coração do Atlântico, um país no centro das rotas de todos os mundos, Cabo Verde tem vários atrativos para o investimento externo. Seguem-se 10 ordens de razão. 

 

Raúl Mascarenhas: TIC na Reforma do Estado? É uma revolução semelhante ao fim do “papel selado”

Graças às tecnologias da informação e comunicação (TIC), a partilha entre departamentos do Estado permite eficiências que a maioria das organizações privadas nem imagina, diz o presidente da direção da Associação para a Promoção e Desenvolvimento da Sociedade da Informação (APDSI).


In Leadership Agenda N.º 1 (publicação que tem por objetivo divulgar metodologias e novas ideias nas áreas da gestão e da liderança, tendo por base o centro de competência e o conhecimento adquirido pela Leadership Business Consulting em mais de 900 projetos realizados em oito países nas áreas da estratégia, marketing e finanças, organização e gestão da mudança, operações e performance, desenvolvimento de talento, formação ou tecnologias de informação).